escoladilermandocruz

A escola localizada no bairro de Bonsucesso, no Rio de Janeiro, cujo nome homenageia o advoigado, jornalista e poeta brasileiro Dilermando Martins da Costa Cruz, traz excelentes recordações aos milhares de alunos que por lá passaram.  Atentendo atualmente cerca de 1.800 alunos em três turnos, em função do trabalho realizado e do diálogo mantido com a comunidade escolar, a unidade é vista como referência em sua região. 

Fonte: http://www.facebook.com/pages/Escola-Municipal-Dilermando-Cruz/294712250559027

emrodrigootavio

Atendendo a mais de 1.200 alunos desde a Educação Infantil até o 9º ano do Ensino Fundamental, a Escola Municipal Rodrigo Otávio, situada no bairro de Moneró, na Ilha do Governador, procura ter como prática pedagógica o incentivo a ações interdisciplinares entre seus alunos a partir de temas como Sustentatibilidade e Cidadania. O nome da escola homenageia Rodrigo Otávio Langgaard de Meneses que foi advogado, professor, magistrado, contista, cronista, poeta e memorialista brasileiro. 

Fonte: http://emrodrigootavio.blogspot.com.br/

mendes

O Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes, situado na Ilha do Governador, Rio de Janeiro, foi fundado em 1949. A unidade já contava na ocasião com salas ambiente, uma para cada disciplina; um auditório, duas quadras de esporte ao ar livre, oficina de encadernação, refeitório, biblioteca, cooperativa, banco, laboratório de Ciências e um consultório médico-dentário. Os alunos freqüentavam as aulas regulares pela manhã e à tarde participavam de atividades extraclasse, tais como: canto orfeônico, grupo de teatro, clube de Ciências, o jornal "O Maracajá" e o clube de Bandeirantes.

Hoje, com suas dependências ampliadas e funcionando em três turnos, a instituição continua buscando atuar junto à comunidade escolar e a toda sociedade através de um projeto de participação coletiva, buscando resgatar a qualidade da Escola Pública e a sua importância no desenvolvimento cultural, político e social dos nossos jovens. 

Fonte: http://www.mendesdemoraes.com.br/index.asp

Com uma proposta interdisciplinar, o projeto pretende reunir professores-pesquisadores de quatro instituições de ensino, sendo uma de ensino fundamental, duas de ensino médio e uma de nível superior. Na Universidade Federal do Rio de Janeiro, o projeto está vinculado ao Programa Interdisciplinar de Pós-Graduação em Linguística Aplicada (PIPGLA) e ao Departamento de Letras Anglo-Germânicas, ambos na Faculdade de Letras.  

As três escolas parceiras para o desenvolvimento do projeto são: Escola Municipal Dilermando Cruz, Escola Municipal Rodrigo Otávio, e Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes.  A escolha das três escolas buscou contemplar instituições interessadas no tema do projeto que oferecessem tanto o segundo ciclo do ensino fundamental (6º ao 9º ano) quanto o ensino médio e também atender instituições localizadas no entorno da Cidade Universitária, Ilha do Fundão.

 

Instituição

Participantes

Nrs. Estimados

Papéis no Projeto

 

 

 

 

 

UFRJ

Professores do PIPGLA e de Letras Anglo-Germânicas

7

ü  Coordenação;

ü  Supervisão de pesquisas;

ü   Responsáveis pelos módulos semipresenciais.

Alunos da graduação

2 bolsistas de IC e até 6 bolsistas voluntários

ü  Observação e coleta de dados nas escolas;

ü  Desenvolvimento de pesquisa sob supervisão dos professores da UFRJ;

ü  Participação nos módulos.

Alunos da pós-graduação

10 mestrandos/

doutorandos

ü  Assessoria técnico-pedagógica nos componentes on-line dos módulos;

ü  Monitoria nos módulos semipresenciais;

ü  Coleta de dados para dissertação/tese.

 

Escola Municipal Dilermando Cruz

Professores de todas as disciplinas

10, sendo 1 bolsista de treinamento e capacitação técnica

ü  Participação nos módulos semipresenciais;

ü  Realização de pesquisa na própria sala de aula;

ü  Desenvolvimento de um projeto interdisciplinar;

ü  Apresentação dos resultados do projeto.

 

Escola Municipal Rodrigo Otávio

Professores de todas as disciplinas

10

ü  Participação nos módulos semipresenciais;

ü  Realização de pesquisa na própria sala de aula;

ü  Desenvolvimento de um projeto interdisciplinar;

ü  Apresentação dos resultados do projeto.

 

 

Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes

Professores de todas as disciplinas

10, sendo 1 bolsista de treinamento e capacitação técnica

ü  Participação nos módulos semipresenciais;

ü  Realização de pesquisa na própria sala de aula;

ü  Desenvolvimento de um projeto interdisciplinar;

ü  Apresentação dos resultados do projeto;

ü  Orientação de alunos de pré-iniciação científica.

Alunos do Ensino Médio

4 bolsistas de pré-iniciação científica

ü  Desenvolvimento de projeto de pré-iniciação científica sob supervisão de professores-participantes;

ü  Apresentação dos resultados do projeto.

logosufrjeletrasA Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), também chamada de Universidade do Brasil, ao ser criada em 1920, foi a primeira instituição oficial de ensino superior do país e é hoje a maior universidade federal brasileira, destacando-se como centro de excelência no ensino e pesquisa.Sua Faculdade de Letras conta com um quadro de 100 servidores técnico-administrativos e um corpo discente com mais de 2.500 estudantes, 500 deles inscritos em um dos 06 cursos ativos de pós-graduação, e os demais distribuídos pelos 12 cursos de graduação, oferecidos por seus 07 Departamentos.

O acervo de sua Biblioteca, a maior da América do Sul na área de Letras, já ultrapassou a marca dos 400.000 livros e inclui 8.500 obras raras autografadas e quase 67.000 periódicos. Somam-se a este perfil 165 professores, dos quais quase todos são mestres e mais da metade detém o título de doutor, números estes que suplantam a média geral de todas as IES do país, dados que conferem à Faculdade de Letras da UFRJ o status de segunda maior Faculdade de Letras do Brasil.

Um dos programas de pós-graduação da Faculdade de Letras da UFRJ é o Programa Interdisciplinar de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, que caracteriza-se por uma visão de Linguística Aplicada como área de pesquisa interdisciplinar voltada para as relações entre linguagem e sociedade. Utilizando um corpo teórico amplo e dialogando com várias áreas das Ciências Sociais tais como Estudos da Linguagem, Literatura, Psicologia, Educação, Antropologia, Sociologia, Estudos Culturais, História e Filosofia, entre outros, seus cursos centram-se tanto nos processos de uso da linguagem e de construção de sentido em diferentes contextos sociais (institucionalizados ou não) como nas diferentes formas de sociabilidades construídas pelos participantes do discurso.

Fontes:

http://www.ufrj.br/

http://www.letras.ufrj.br/

http://www.letras.ufrj.br/linguisticaaplicada/site/pages/pt/home.php